segunda-feira, junho 29, 2015

E até

.
Queres mais do que não te dei e sei que nisso pensaste e até te tocaste. O que fizemos não sei, mas sei o que fizemos – o que não é a mesma coisa. Enquanto pensas, fechas os olhos derretendo o enigma como um rebuçado e.
.
Confesso-te que gostei e gostando gostaste que tivesse gostado e eu a mesma coisa.
.
Veste-te para que te dispa novamente e te dê o que me pedes, sem que digas e ou nos vejamos.
.
Sei que pensas nisso e logo, quando a casa estiver calada, vais abafar os risinhos e sons rebeldes porque os demónios dos dedos fazem o que desejas te faça.

Sem comentários: