segunda-feira, junho 20, 2016

De amor dorido

.
O mar bate.
.
A pedra morrendo de gasta por falso amor.
.
.
.
Nota: Não consegui identificar o autor desta fotografia. Quem souber que me diga.

Sem comentários: