segunda-feira, março 14, 2016

Perdoa se a alegria e salta para a felicidade

.
Os olhos parecem tristes, sei que sorri. Vejo-lhe mar chão, mas atrás das vistas pode doer um coração e o horizonte é longe. Se o mar dos olhos, não haja nem brisa arrefecendo-a ou tumultoando-a, mas o Sol secando-os.
.
.
.
Nota: Para a MR que publicamente pediu um poema ao mundo.

Sem comentários: