quarta-feira, outubro 14, 2015

No Verão se morre

.
A praia de Inverno tem pegadas caducas. As do Verão falecem afogadas na areia solta – nado-morto. O vento frio num dia azul fica longe. A chuva miudinha num dia cinzento é outra época, outro lugar – um filme a preto e branco e melancolia. A chuva grossa é um concentrado de tristeza, por vezes nostalgia e a solidão que não se sabiam necessárias. No estio é uma malagueta e a brisa incomoda.

Sem comentários: