digo e o oposto, constantemente volúvel, às vezes verdade. juro pela minha alma, mais do que vinho amo a água e só me desenseda e lava, a cara, o corpo e a vergonha de ser quem não quero. os sonhos antigos são sonhos e antigos e os novos de esperar, é esta a vida a mim agarrada, se esperança existe.

sábado, outubro 10, 2015

João

video
.
O que seria o destino se o menino não fosse tímido falsamente tímido que de tão tímido não se deixava prender de amores e ficava-o sem saber até uma tristeza e sempre tímido e falsamente tímido e falsamente falso tímido se pudesse a todas beijava e se deitava numa noite sem dia seguinte. Elas tímidas e falsamente tímidas e falsamente falsas tímidas e ele tímido com todas sonhava e nada fazia e por acaso criado ou desacasado ia indo quando duas timidezes perdiam a timidez num barco-cama numa escada num abrigo qualquer adolesciam esperavam uma noite sem fim.

Sem comentários: