terça-feira, maio 12, 2015

Se conseguisse transformar letras em números

.
Trabalho com vinte e três letras, às vezes uso vinte e seis, e aceito outros símbolos que possam traduzir sons, ideias ou coisa nenhuma. Não percebo de matemática, mas sei que existe um número quase infinito de combinações de letras… só em português!...
.
Consigo escrever da esquerda para a direita e de trás prá frente, de cima para baixo e o oposto. Sei omitir vogais e consoantes. Disponível para usar erros ortográficos e gramaticais, até o novo acordo ortográfico.
.
Sei usar os diferentes tipos de letra que o Microsoft Word disponibiliza e no tamanho pretendido; pode ser da Apple.
.
Posso escrever à mão e estou habilitado a usar lápis, do mais macio ao rijo, esferográficas, canetas de aparo, canetas de tinta permanente, canetas para desenhar. Costumo usar a mão direita… se for necessário o recurso à esquerda, pode ser, mas o resultado não terá a mesma qualidade.
.
Consigo escrever com os pés. Mas não de forma literal.
.
Não tenho qualquer tipo de escrúpulos: alinho do pornográfico ao beato, do que acredito ao que vomito.
.
Tenho uma cabeça com uma capacidade instalada – para a produção de palavras, frases, períodos, parágrafos e capítulos – ao nível das usinas mais produtivas dos Estados Unidos da América e com os custos da mão-de-obra chinesa.
.
Reconheço que não sei fazer orçamentos – não entendo de matemática – pelo que os apresento gratuitamente.

Sem comentários: