quinta-feira, janeiro 15, 2015

Sem segredo

.
Se te escorregasse o vestido. Quase nua te beijaria.
.
Se pudesse chegar-te e só os dois. Quase nu me deixarias.
.
Sem segredo da esperança. Sem calma para esperar, mas esperar.
.
Aguardar o cabelo, suspirar pela pele e não guardar tais segredos.
.
A esperança é uma dor mágica, alimentada por.
.
A boca e a voz do querer.
.
Ter tudo, devagar e duma vez. Muito tempo para.
.
Que te escorregue o vestido e os meus olhos testemunhem.

Sem comentários: