sexta-feira, setembro 23, 2016

Xenofografia e Xenofonia

.
Vêm imigradas para o trabalho e indígenas morrem de involuntário suicídio. As palavras não se sabem defender. Quantas não feneceram por esquecimento. Não há cemitério onde se velem e chorem, perecem indigentes. Poucas velhas das aldeias lembrando falecidas e doentes. Engravido-me na esperança narcísica de que alguma perdure.

Sem comentários: