sexta-feira, dezembro 25, 2015

Querido Pai Natal

.
Não fui um menino bom. Se fosse não poderia aceitar.

Sem comentários: