terça-feira, outubro 27, 2015

Ter frio

.
Afirmou perguntando, pedindo consentimento:
.
– Está frio. Não está?!
.
– É possível?
.
– Possível? Ou tens frio ou não tens.
.
– Não sei se tenho.
.
– (…)
.
– Tenho frio quando sob os ombros.
.
– Agora, não tens frio nos ombros?
.
– Não sei.
.
– Como não sabes?! Ou tens frio ou não tens.
.
– Tenho frio sob os ombros quando reparo que tenho frio sob os ombros.
.
– Tens frio? Agora.
.
– Não sei. Teria de parar para pensar.
.
– (…)
.
– Penso e continuo a pensar e falo contigo.
.
– Tens frio quando reparas…
.
– Quando o pensar fica inactivo.
.
– Se repousas brevemente ficas com frio?
.
– Se continuar a pensar, não.
.
– Quando tens frio, afinal?
.
– Quando está frio e se me resfriam as costas abaixo dos ombros.

Sem comentários: