sábado, outubro 10, 2015

Infotocopiando

.
Tantas vezes no fim da tarde de luz pouca do Outono um cansaço que se reapausando continua sorvendo letras palavras frases parágrafos, princípios de contos poemas falhados. Não há fome e a sede espera por um sossego para encher a garrafa da água e as gatas apaixonadas consolam noite fora. Alguma coisa acaba escrita e sendo boa ou má é perfeita e no dia seguinte é boa e má e fica onde ficou e lá ficará boa ou má.

Sem comentários: