quinta-feira, julho 30, 2015

Melancolia pacata

.
Onde estaria se na melancolia houvesse uma porta? Subindo à altura por degraus inventados e lá nadar sem ter pé. Depois como voador-planador. Não tocar, respirar contidamente e ir, sem me ter de pé. E ir. E ir sem descer.

Sem comentários: